Citius, Altius, Fortius

O Projecto “Citius, Altius, Fortius” foi um projecto de intervenção comunitária contratualizado entre a Raízes-AACJ, o Instituto da Segurança Social, I.P. e a Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS).

O projecto teve a duração de 3 anos, com início em Setembro de 2009 e final em Setembro de 2012 e constituiu uma estratégia de combate à pobreza e exclusão social na Freguesia da Ameixoeira, Lisboa.

Para isso, desenvolveu medidas que contribuem para a promoção dos direitos básicos de cidadania e compensação das desvantagens na educação, formação e qualificação da população alvo residente na referida freguesia.

Ao longo dos 3 anos de projeto a equipa técnica da Raízes-AACJ interveio, em conjunto com uma vasta rede de parceiros, em vários quadrantes desta freguesia. A expressão “dos 7 aos 77” ficou curta para descrever o trabalho realizado. A realização de atividades com grupos de pais e seus filhos recém-nascidos nas instalações da Piscina Municipal da Ameixoeira e o acesso a aulas de informática para seniores, nas instalações da Junta de Freguesia da Ameixoeira, fizeram com que o espectro de actuação do projecto se estendesse ainda mais além.

A intervenção no âmbito deste CLDS teve como destinatários principais a população activa da Freguesia, com especial enfoque na intervenção nas áreas da Empregabilidade, Formação, Qualificação e Empreendedorismo; Intervenção Familiar e Parental; Capacitação da Comunidade e das Instituições; Informação e Formação no domínio das TIC.

Do profundo trabalho realizado destacamos alguns dos resultados alcançados, principalmente pela sua importância extrema no actual contexto socioeconómico.

RESULTADOS:

799 Pessoas aumentaram as suas qualificações escolares e ou profissionais;
87 Pessoas integraram o mercado de trabalho;
134 Pessoas reforçaram competências parentais;
197 Crianças e jovens participaram em acções informais de educação e cidadania;
17 Voluntários realizaram um acompanhamento de 16 idosos em situação de isolamento;
246 Pessoas adquiriram competências em TIC;
583 Pessoas frequentaram e terminarem com sucesso formação certificada em TIC.

A Raízes-AACJ agradece o contributo e empenho da equipa técnica deste projeto e dos parceiros locais que permitiram o alcance destes resultados.

Apesar da impossibilidade de renovação deste CLDS até à data, a Raízes-AACJ comprometeu-se a não abandonar esta comunidade e a população que confiou em nós, continuando, deste modo a procurar recursos para apoiar a freguesia.

São exemplos de sucesso desta procura, os seguintes projetos aprovados para esta freguesia, pós CLDS:

PassaporteE5G – destinado à população jovem
Roots Big Band – destinado a um grupo de jovens
Cidadania & Bem Estar – destinado à população sénior
Trilhos – destinado à população desempregada